quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Mancha de petróleo é identificada na área de explosão no Golfo do México

02/09/2010 15h36 - Atualizado em 02/09/2010 17h29



Guarda costeira diz que 'não se sabe' de onde provém a mancha.
Governo americano informou que o poço que explodiu não está ativo.



Do G1, com agências internacionais
As autoridades detectaram uma mancha de petróleo na área onde uma plataforma petrolífera registrou uma explosão no Golfo do México nesta quinta-feira (2), disse uma porta-voz da guarda costeira dos Estados Unidos.
Segundo a porta-voz, a mancha é de 1,6 km por 30 metros e "não se sabe" de onde provém exatamente, mas está nos arredores da plataforma acidentada, nas mesmas águas onde ocorre o vazamento da BP.
O governo americano informou que o poço de petróleo da plataforma que explodiu no Golfo do México "não está ativo", mas disse que, caso haja contaminação, os recursos para responder estão prontos.
Barcos tentam apagar incêndio em plataforma de petróleo no Golfo do México

O porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, deu essas declarações em entrevista coletiva pouco depois que a plataforma Vermilion Oil Rig 380, localizada cerca de 160 quilômetros do litoral da Louisiana, sofreu uma explosão.
Segundo confirmou Gibbs, 13 pessoas saltaram à água e estão a salvo, embora uma delas tenha se ferido. Todos os afetados foram evacuados e deslocados à terra firme.
A plataforma é operada pela Mariner Energy, empresa energética com sede em Houston, no estado americano do Texas, e se encontra a oeste de onde se originou o vazamento de petróleo da BP a partir da explosão que ocorreu em 20 de abril na plataforma Deepwater Horizon.
Um porta-voz da petrolífera, Patrick Cassady, disse à rede de televisão americana "CNN" que "não há informação de nenhum derramamento" e que as causas do acidente ainda são desconhecidas, algo que está sendo investigado.
Mapa mostra o local das duas explosões recentes em plataformas de petróleo no Golfo do México.

"Parece que (os trabalhadores) pararam a produção e foram evacuados", afirmou Cassady, que confirmou que não há operações de perfuração na plataforma e informou que há sete poços petrolíferos ao redor.

De acordo com o porta-voz, a plataforma estava em reforma por conta dos danos ocasionados pelo furacão "Ike", que assolou o Golfo em 2008, e que o fogo parecia provir do noroeste das instalações.
As ações da Mariner Energy tiveram queda de 5% após a explosão da plataforma e as de outra companhia que pretendia comprá-la, a Apache Corporation, de 1,8%.


NASA alerta para o apocalipse elétrico!

Cientistas da NASA estão um pouco preocupados que o mundo inteiro possa entrar em uma espécie de apocalipse elétrico, em virtude de uma tempestade solar, que segundo se comenta, será inevitável.
Aparentemente, o tipo de tempestade que está previsto pode ser tão poderoso que poderá acabar com a rede elétrica em todo o planeta, segundo nota publicada no Examiner.
Tempestades similares aconteceram em 1859 e 1921 tornando o sistema de telégrafo totalmente inoperante. Se algo semelhante acontecer novamente, os humanos ficariam sem transporte, comunicação ou alimentação. Isto poderia ter um efeito profundo sobre a economia mundial e nos manteriam reféns em um apagão mundial elétrico.


O ciclo atual do Sol foi projetado por alguns cientistas para ser um dos mais intensos já registrados há quase 400 anos.
A NASA vem alertando da possibilidade da vinda de tempestades solares desde 2006. Segundo a agência norte-americana, ninguém sabe precisar quando a próxima super tempestade solar irá ocorrer. Poderia levar 100 anos, ou apenas 100 dias.

Explosão atinge plataforma de petróleo no golfo do México e deixa um ferido

02/09/2010 - 12h51

Explosão atinge plataforma de petróleo no golfo do México e deixa um ferido


DE SÃO PAULO
Atualizado às 13h09.
Uma explosão atingiu nesta quinta-feira uma plataforma de petróleo da companhia Mariner Energy no golfo do México, informou a imprensa local. A Guarda Costeira já foi ao local para controlar o incêndio e diz que, segundo informações preliminares, uma pessoa está ferida.

A agência de notícias Associated Press relata que a plataforma não estava produzindo no momento do acidente, o que significaria baixo ou nenhum risco de vazamento.

O oficial da Guarda Casey Ranel disse que a explosão foi relatada por uma companhia de helicópteros às 9h30 no horário local desta quinta-feira. Sete helicópteros, dois aviões e quatro barcos foram enviados ao local da plataforma, cerca de 130 km ao sul da Baía de Vermilion, ao longo da costa de Louisiana. Ranel disse que ainda não há detalhes sobre o que causou a explosão.

A Guarda Costeira informou que todas as 13 pessoas a bordo da plataforma ficaram na água. Segundo o oficial Bill Colclough, o funcionário ferido na explosão da plataforma Vermilion 380 foi levado ao hospital, mas não há detalhes sobre seu estado de saúde.
O canal de TV americano WDSU diz que uma pessoa está desaparecida.

Segundo o jornal Bloomberg, as ações da Mariner caíram 4,9%, ou US$ 1,15 até as 11h32 na bolsa de Nova York. Não se sabe ainda se a queda já é resultado da explosão.

O golfo do México foi cenário recentemente do maior desastre ambiental da história dos Estados Unidos quando uma explosão atingiu, em 20 de abril, uma plataforma operada pela britânica British Petrolium. Onze funcionários morreram e cerca de 780 milhões de litros de petróleo vazaram no golfo.

sábado, 26 de junho de 2010

Depressão tropical é registrada no mar do Caribe

É a primeira registrada no Atlântico após início da temporada de furacões.
Ventos podem levá-la até a região afetada pela mancha de óleo.

25/06/2010 19h28 - Atualizado em 25/06/2010 20h27
Da Reuters

A primeira depressão tropical ocorrida durante a temporada 2010 de furacões no Oceano Atlântico foi registrada nesta sexta-feira (25) ao oeste do Mar do Caribe. A informação foi divulgada pelo U.S. National Hurricane Center, agência nacional americana responsável pelo monitoramento de furacões.

A depressão tropical é um ciclone no qual os ventos de sustentação da superfície são entre 37 a 63 km/h, e geralmente não tem "olho". O fenômeno se forma quando um grupo de tempestades se encontra por um longo período de tempo.
 
Ciclone pode prejudicar trabalhos para conter mancha de óleo que se espalha no Golfo do México. (Foto: AP)
 
A depressão tem ventos de 56 km/h e está em direção oeste-noroeste, em uma trajetória que pode incluir a região da Península de Yucatan, onde funcionários da petrolífera britânica BP tentam, há meses, conter uma gigantesca quantidade de óleo que se dispersou no mar após um acidente envolvendo uma plataforma sob seu controle.

O governo mexicano emitiu um alerta de tempestade tropical para a costa leste da península, que vai de Chetumal até Cancún, mais ao norte.

Pacífico
Os estados mexicanos de Michoacán (ao oeste), Guerrero (sul) e Oaxaca (sudeste) estão em alerta preventivo em razão das fortes chuvas provocadas pelo furacão Derby, que avança pelo Oceano Pacífico como ciclone de categoría 3, a 400 km da costa.

Derby alcançou a categoria 3 na escala Saffir-Simpson (de nível máximo 5), com ventos de até 185 km/h, e avança em direção oeste-noroeste a 11 km/h. 


 

 

Cerca de 20 mil celebram solstício em Stonehenge

Nascer do sol do dia mais longo do ano foi aplaudido em monumento pré-histórico.

BBC

Cerca de 20 mil pessoas foram a Stonehenge, na Inglaterra, para marcar, nesta segunda-feira, o solstício de verão, o dia mais longo do ano.

Diferentemente de anos anteriores, o sol, desta vez, conseguiu dar o ar de sua graça, arrancando aplausos das pessoas quando os primeiros raios solares iluminaram o monumento pré-histórico.

A polícia descreveu o evento deste ano como um dos mais seguros e calmos dos últimos tempos.

O comparecimento ao evento foi menor do que o recorde de 2009, quando 36,5 mil pessoas foram a Stonehenge. O grande número foi relacionado ao fato de o solstício passado ter caído num domingo.

 

Cinza vulcânica pode ter influído na cratera da Guatemala, afirma governo

Formação de buraco de 60 m de profundidade no fim de semana é mistério.
Autoridades primeiro culparam enchentes e depois anunciaram investigação.

02/06/2010 20h11 - Atualizado em 02/06/2010 20h11
Do G1, com agências internacionais

As autoridades da Guatemala disseram nesta quarta-feira (2) que as cinzas do vulcão Pacaya podem ter algum tipo de influência na abertura de uma grande cratera em uma esquina da capital, a Cidade da Guatemala, ocorrida no domingo.

O buraco de 60 metros por 20 metros de diâmetro  se abriu depois das fortes chuvas causadas pela tempestade tropical Agatha.

 O buraco engoliu um prédio de três andares e toda uma esquina. Acredita-se que um segurança privado que trabalhava no local possa ter morrido. Não houve mais vítimas porque o prédio estava desocupado.

"É possível que exista alguma conexão entre a excessiva carga hidráulica do sistema de drenagens e o ingresso de cinza vulcânica da erupção de quinta-feira passada", disse em comunicado a Coordenadoria Nacional para a Redução de Desastres. "A informação disponível até o momento não permite estabelecer a condição do lugar antes da carga de água proveniente da tempestade porque ainda há muita água acumulada e continuam os deslizamentos de terra,"

Em 2007, três pessoas morreram em uma cratera semelhante no bairro de San Antonio, também na região central da capital.


 

 

 

terça-feira, 22 de junho de 2010

Quatro terremotos consecutivos matam duas pessoas na Indonésia

Foram registrados tremores de magnitudes 6,4, 7, 5,1 e 6,2.
País está localizado sobre o chamado ‘Anel de Fogo do Pacífico’.

16/06/2010 03h57 - Atualizado em 16/06/2010 07h30
Do G1, com agências internacionais
 
Quatro terremotos consecutivos em menos de uma hora atingiram nesta quarta-feira (16) a região de Papua, no extremo oriental da Indonésia, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), deixando, de acordo com a polícia local, ao menos dois mortos.

Segundo a polícia informou às agências de notícias Efe e France Presse, as vítimas foram soterradas após desabamentos de suas casas na Ilha de Yapen, região de 75 mil habitantes mais afetada pelos tremores.


O primeiro grande abalo, de magnitude 6,4, aconteceu às 12h06 pelo horário local (0h06 em Brasília), a 151 km a norte da localidade de Enarotali e 467 km a oeste da capital papuana de Jayapura, com epicentro a 25 km de profundidade sob o nível do mar.

Dez minutos depois foi registrado o tremor mais forte, de magnitude 7, a 30 km a norte do primeiro. O terceiro movimento, de 5,1, foi registrado 22 minutos mais tarde. O quarto, de magnitude 6,2, ocorreu 20 minutos depois.

A Indonésia está localizada sobre o chamado “Anel de Fogo do Pacífico”, uma zona de grande atividade sísmica e vulcânica, que é atingida por cerca de 7 mil tremores ao ano, a maioria de pouca magnitude.

Em 26 de dezembro de 2004, um terremoto de magnitude 8,9 sacudiu a ilha de Sumatra e provocou um tsunami que semeou a destruição em mais de dez países banhados pelo Oceano Índico, causando a morte a mais de 226 mil pessoas.
 

 

Cratera que engoliu prédio na Guatemala tem 60 m de profundidade

Autoridades temem que um homem tenha morrido no incidente.
Número de mortos por chuvas na América Central eleva-se a 175.

01/06/2010 18h16 - Atualizado em 01/06/2010 18h48
Do G1, com agências internacionais
 
  Imagens feitas nesta terça-feira (1º) mostram um buraco de 60 metros de profundidade por 20 metros de diâmetro que se abriu no centro da Cidade da Guatemala depois das fortes chuvas causadas pela tempestade tropical Agatha.


O buraco engoliu um prédio de três andares e toda uma esquina. Acredita-se que um segurança privado que trabalhava no local possa ter morrido.

Um operário que trabalha próximo à região, José Aguilar, disse que ninguém podia prever o que aconteceu. "Ninguém pode ser culpado e você sabe que, quando chove, estas coisas acontecem", disse.

Em 2007, três pessoas morreram em uma cratera semelhante no bairro de San Antonio, também na região central da capital.

O número de mortos pelas chuvas causadas por Agatha atinge pelo menos 175 na América Central - 152 na própria Guatemala, 9 em El Salvador e 14 em Honduras. Na Guatemala, pelo menos 100 pessoas estão desaparecidas e há vários desabrigados.

 

Autoridades investigam cratera gigante na Cidade da Guatemala

Governo responsabilizou enchentes pelo buraco, mas depois recuou.
Prédio de três andares foi engolido pelo desabamento na capital.

31/05/2010 19h51 - Atualizado em 01/06/2010 18h22
Do G1, com AP
 
Foto divulgada pela presidência da Guatemala nesta segunda-feira (31) mostra buraco em esquina no centro da capital. Na véspera, as autoridades culparam as chuvas provocadas pela tempestade tropical Agatha pela abertura da cratera, que engoliu um prédio de três andares. Mas nesta segunda eles disseram que estão estudando o caso. As autoridades também investigam a possibilidade de que um segurança que trabalhava no local tenha sido tragado.  Um buraco semelhante apareceu na mesma região em abril de 2007, matando três pessoas.

 

sábado, 5 de junho de 2010

Passada a fase da fossa... a fossa da fase...

Bom, após um período de turbulências, volto a ativa...
Todo final é complicado... Toda mudança perturba...
Final de ciclo, fim de relacionamento, mudança de casa...

Aos poucos vou me reorganizando e volto... Juro que volto...

Paz e Luz!!!

Pausa para balanço...

Puxa... nessa correria que anda minha vida (e a vida de todo mundo) nem tenho tido tempo de atualizar o Blog... E eu queria tanto que aqui ficasse registrado todos os eventos pelos quais nosso amado planetinha t~em passado...

Nada catástrófico não. Apenas para ficar cronologicamente registrado...

Passei por aqui hoje só para "limpar a casa"  por alto...
Vou tentar ser mais fiel e constante nas postagens...

A quem me segue, beijos, flores e estrelas!!!!!!!!11
A caminhada continua...
Somos deuses sem amésia... Estamos quase lá!!!!!!!!!!

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Forte terremoto atinge a Oceania e provoca alerta de tsunami

Forte terremoto atinge a Oceania e provoca alerta de tsunami

27/05/2010 14h37 - Atualizado em 27/05/2010 15h48

Tremor de magnitude 7,2 ocorreu próximo a Vanuatu.
Não há informação imediata sobre danos ou vítimas.

Um forte terremoto de magnitude 7,2 atingiu a costa de Vanuatu, na Oceania, nesta quinta-feira (27), segundo o Centro de Pesquisas Geológicas dos EUA.

O Centro de Alerta de Tsunamis do Pacífico, também americano, alertou para a possibilidade de formação de tsunamis (ondas gigantes com potencial destrutivo.

O alerta vale apenas para a região e não se aplica para  as zonas costeiras de Vanuatu, das Ilhas Salomão e da Nova Caledônia.

O tremor ocorreu às 4h14 de sexta no horário local, 14h14 pelo horário de Brasília.

O abalo localizou-se a 36,1 km de profundidade, e a 215 de Luganville, em Vanuatu.

Não há informação imediata sobre vítimas ou danos.

O terremoto foi inicialmente medido em magnitude 7,5, e depois revisto para 7,6, 7,4 e 7,2.

=============================================================

Apenas para ficar registrado caso eu surte de vez ou sei lá o que:
Tenho sentido, desde antes do terremoto do Acre, tonturas fortissimas... "Coincidentemente", no dia seguinte, acompanho a noticia de um forte terremoto...
Das duas uma: ou tô ficando doida, ou implantaram um sismógrafo em mim enquanto eu dormia...

Tô rindo mas é sério... Tô preocupada... Coisa estranha!!!

 

domingo, 9 de maio de 2010

Terremoto de 7,4 graus atinge oeste da Indonésia

Outros links com noticias sbre este terremoto:

http://www.atarde.com.br/mundo/noticia.jsf?id=2448234

 http://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&langpair=en|pt&u=http://news.bbc.co.uk/2/hi/asia-pacific/8670593.stm

http://www.uai.com.br/htmls/app/noticia173/2010/05/09/noticia_internacional,i=158932/TERREMOTO+DE+7+4+GRAUS+ATINGE+OESTE+DA+INDONESIA.shtm

http://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&langpair=en|pt&u=http://news.yahoo.com/s/ap/20100509/ap_on_re_as/as_indonesia_earthquake

Terremoto de 7,4 graus atinge a costa da Indonésia

fonte: http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI4421551-EI8143,00-Tremor+de+graus+atinge+Indonesia+com+alerta+de+tsunami.html

09 de maio de 2010 03h15 atualizado às 13h38 

 

Terremoto de 7,4 graus leva a alerta de tsunami

Um terremoto de 7,4 graus na escala Richter atingiu a Indonésia, próximo à ilha de Sumatra, a 61 km de profundidade, segundo o Serviço Geológico Norte-Americano. O Centro de Alertas de Tsunami do Pacífico emitiu alerta para todos os países do Oceano Índico, aviso que foi cancelado uma hora depois. O terremoto foi registrado às 13h no horário local (3h em Brasília).

O epicentro do terremoto está no mar, localizado a cerca de 45 km da cidade mais próxima, Meulaboh - 214 km da cidade de Banda Aceh, na Ilha de Sumatra, e a 627 km da capital da Malásia Kuala Lumpur, a mais próxima.

Em mensagem, o Serviço Geológico dos EUA assinalou que "há possibilidade que um tsumami afete o litoral localizado a não mais de cem quilômetros de distância do epicentro", mas o alerta emitido pela principal autoridade - o Centro de Alerta de Tsunamis do Pacífico - foi cancelado às 14h da Indonésia (4h de Brasília). A Indonésia se assenta sobre o chamado Anel de Fogo do Pacífico, uma área de grande atividade sísmica e vulcânica que é sacudida por cerca de 7 mil tremores ao ano, a maioria de pouca magnitude.

Em 26 de dezembro de 2004, um terremoto de 9,1 graus criou um tsunami que varreu áreas litorâneas de uma dúzia de nações banhadas pelo Oceano Índico e causou a morte de 226 mil pessoas.

 

 

Terremoto de 7,4 graus atinge oeste da Indonésia

fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,terremoto-de-74-graus-atinge-oeste-da-indonesia,549221,0.htm

Um terremoto de magnitude preliminar de 7,4 graus na escala aberta de Richter atingiu hoje a província de Sumatra do Norte, na região oeste da Indonésia, informaram as autoridades locais. Um alerta de tsunami chegou a ser dado, mas foi suspenso menos de 90 minutos depois.

Segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos, que monitora a atividade sísmica mundial, o epicentro do tremor foi registrado a 61 quilômetros de profundidade e a 220 quilômetros ao sudeste da cidade de Banda Aceh, capital da província de Aceh.

O abalo causou pânico em Aceh, que em 2004 foi fortemente afetada pelo terremoto que causou o tsunami responsável pela morte de 230 mil pessoas. Desta vez, não há relatos de danos ou vítimas.

A Indonésia se assenta sobre o chamado Anel de Fogo do Pacífico, uma área de grande atividade sísmica e vulcânica. No ano passado, um terremoto matou mais de mil pessoas na ilha de Sumatra.

terça-feira, 4 de maio de 2010

Caramba......... Que coisa linda...

Eu aqui, preocupada com os eventos climáticos deste nosso planetinha... E, de repente, me vejo em uma situação a qual estou pouco acostumada...

Uma amiga (se é que já posso chamar assim) me fez uma homenagem linda em seu Blog (O que me dá prazer). Cara, nestes meus quase 40 anos jamais esperei me emovcionar deste jeito... E quem me conhece bem sabe que pra me fazer chorar tem que ralar muiiitoooooo..

Paulinha, obrigada... muito obrigada pelas doces palavras... Já vi que vc herdou a sensibilidade e a luz de sua mãe... Grande amiga, embora nunca tenhamos nos visto pessoalmente (nesta vida...)

Mande a ela todo o meu carinho e admiração... E a vc, que possamos trocar figurinhas sobre tudo o que nos dá prazer (livros e filmes)...

Sempre que precisar (sua mãe já sabe disso, agora digo a vc), estou SEMPRE aqui, a disposição, a qualquer hora do dia ou da noite... Mesmo que moremos em cidades diferentes, como reikiana, chego ai em menos de um minuto... rsrsrs

Mil beijos querida... Vc alegrou minha noite, minha semana, quiçá meu mês... E me deu um dos presentes de aniversários mais gostosos que eu poderia receber...

Que as bençãos da Deusa recaiam sobre vcs diariamente.

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Cronologia sobre o terremoto do Chile...

Quinta (11 de março)

15h51 - Alerta cancelado - A Marinha do Chile levantou na tarde desta quinta-feira (11) o alerta de tsunami que valia para a costa central do país, depois que três fortes terremotos atingiram o Chile no final da manhã.

14h28 - Susto - Repórter da BBC relata o susto provocado pelas réplicas na cidade chilena de Valparaíso, onde ocorreu a posse de Piñera.

14h06 - Danos - O presidente Piñera disse que a cidade de Rancagua, a 90 km de Santiago, sofreu "danos significativos" após os tremores secundários.

13h53 - Constitución - Após o alerta de tsunami, moradores da cidade costeira de Constitución subiram morros para se abrigar do possível tsunami.

13h04 - Congresso esvaziado - O presidente Sebastián Piñera tomou posse, e logo em seguida o prédio do Congresso, em Valparaíso, foi esvaziado por conta do alerta de tsunami.

11h39 - Novos tremores - Três fortes tremores secundários abalaram a região de Libertador O'Higgins, gerando alerta de tsunami na costa.

7h00 - Posse - O presidente eleito Sebastián Piñera toma posse nesta quinta-feira e já encara a tarefa de reconstruir o país.

Quarta (10 de março)

19h40 - A presidente Michelle Bachelet deve entregar o cargo a seu sucessor, o oposicionista Sebastián Piñera, nesta quinta. Piñera deve, depois da festa, visitar Constitución, uma das cidades afetadas pelo tremor.

18h20 - Carmen Fernández, diretora do escritório de emergências do Chile, renunciou depois de ter admitido falhas na reação ao terremoto e aos tsunamis.

12h41 - A principal réplica do terremoto de 27 de fevereiro ainda estaria por vir, segundo especialistas.

Terça (9 de março)

8h08 - Cidades deslocadas - O terremoto deslocou de seus lugares as cidades de Concepción, Santiago e até mesmo Buenos Aires, segundo avaliação preliminar de cientistas de uma universidade de Ohio.

Segunda (8 de março)

16h34 - Volta às aulas - Um milhão e 800 mil alunos (80% da rede de ensino) iniciaram nesta segunda-feira (8) o ano escolar no Chile, depois da tragédia causada pelo terremoto há duas semanas.

16h00 - Número de mortos - O Chile elevou de 452 para 497 o número de mortos identificados após o terremoto de magnitude 8,8 e dos tsunamis que atingiram o país em 27 de fevereiro.

13h02 - 'Preconceito' - O presidente eleito Sebastián Piñera disse que, por conta da lembrança dos anos Pinochet, há "preconceito" contra a presença de militares nas ruas para manter a ordem pós-tremor.

Domingo (7 de março)

19h35 - Réplicas - Duas novas réplicas, de magnitude 5,1 e 5,5 abalaram a região de Libertador O'Higgins. Uma delas foi sentida em Santiago.

1701 - Saques - A presidente Bachelet visitou Concepción e disse que US$ 2 milhões em produtos saqueados foram recuperados pelas autoridades.

13h17 - Animais resgatados - Mesmo sem casa após tremor no Chile, vizinhos ajudam animais abandonados. Em Cauquenes, famílias alimentam 4 cachorros e cerca de 20 gatos.

12h10 - Bens devolvidos - Após anistia, saqueadores devolvem bens em áreas afetadas pelo tremor no Chile. País começa luto oficial pelos mortos no terremoto de 27 de fevereiro.

11h46 - US$ 60 milhões - A campanha televisita "Chile Ajuda Chile" arrecadou US$ 60 milhões para as vítimas, o dobro do que era esperado.

10h42 - Cenário pós-terremoto - Hotéis do Chile estão vazios depois do terremoto. Funcionários demonstram preocupação com a segurança dos hóspedes, dando atenção às saídas de segurança.

08h00 - G1 no Chile - Uma semana depois, objetos na praia são testemunho do tsunami. Roupas, móveis, utensílios e até um trator são marcas da tragédia.

Sábado (6 de março)

20h32 - Reestabelecimento da Ordem - Autoridades de Bio-Bio, no sul, anunciaram a redução do toque de recolher diário em Concepción de 18 horas para 13 horas.

17h58 - Recuperação - Analistas estimam que o Chile deve demorar entre seis meses e um ano para recuperar sua capacidade produtiva.

13h57 - Ajuda da ONU - O secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, visita a cidade de Concepción no momento em que esforços são feitos para normalizar os serviços e fornecer assistência humanitária a milhares de pessoas.

12h55 - Bens recuperados - A polícia realizou uma operação que permitiu recuperar cerca de 15 milhões de pesos (cerca de US$ 30.000) em móveis, eletrodomésticos e outros bens saqueados em Concepción.

07h56 - Sem pãnico - Experientes em terremotos, chilenos mantêm a calma após tremor. Moradores aprenderam a se proteger com terremotos anteriores e não pensam em deixar o país.

07h30 - G1 em Cauquenes - Rádio chilena se reergue com 'cabos impensáveis' e ajuda cidade após tremor.

Sexta-feira (5 de março)

21h38 - Vítimas identificadas - O número de mortos identificados após o terremoto e tsunamis subiu para 452, disse o governo nesta sexta-feira (5).

19h54 - Ajuda humanitária - Desabrigados de Cauquenes recebem ajuda uma semana após tremor no Chile.

17h15 - Empréstimo da ONU - O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse nesta sexta-feira (5) que a entidade vai emprestar US$ 10 milhões emergencialmente ao Chile, que teve regiões devastadas por um terremoto há seis dias.

16h22 - Detidos - Um total de 327 pessoas foram detidas nas últimas horas no Chile por terem participado de tumultos nos últimos dias e durante a vigência do toque de recolher.

15h33 - Nascido em 27/02 - Nascido no dia da tragédia, gatinho é batizado de Terremoto em Cauquenes, uma das mais atingida pelo terremoto do Chile. 

14h48 - Economia abalada - O ministro da Fazenda do Chile, Andrés Velasco, disse que a economia do país sentirá nos próximos meses os efeitos do devastador terremoto do fim de semana.

14h03 - Posse de presidente - A presidente do Chile, Michelle Bachelet, anunciou que a cerimônia de transmissão do poder, no próximo 11 de março, a Sebastián Piñera, será austera e simples, devido às condições de desastre.

13h29 - Demissão - As Forças Armadas do Chile demitiram nesta sexta-feira (5) o comandante Mariano Rojas, diretor do Serviçoo Hidrográfico e Oceanográfico, responsável do setor que emite alertas de tsunamis no país.

11h32 - G1 no Chile - Moradora de cidade chilena atingida por tsunami lidera comboio com ajuda rumo a Pelluhue. Repórter do G1 acompanha viagem até local, bastante afetado pelo tremor.

9h12 - Mais um forte terremoto - Um segundo tremor, agora de magnitude 6,6, foi sentido na mesma região.

6h50 - Terremoto na costa - Um forte tremor foi registrado na costa de Bio-Bio na manhã desta sexta. Ele teve magnitude 6. Não houve alerta imediato de tsunami.

5h40 - Tsunami - Veja imagens das ondas gigantes atingindo a cidade chilena de Iloca no dia do terremoto.

Quinta-feira (4 de março)

18h00 - Identificados - O governo anunciou que identificou 279 mortos. O número oficial de mortes segue em pelo menos 802.

17h27 - Voluntários - Sem aulas, jovens de Santiago trabalham como voluntários para ajudar as vítimas do tremor, relata a enviada do G1.

14h17 - ONU - O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, vai fazer uma visita de dois dias ao Chile.

9h17 - Medo de tsunami - Com medo de novos tsunamis, muitos moradores do litoral centro-sul acamparam em morros.

8h46 - Ajuda - A presidente Michelle Bachelet disse que o país provavelmente vai precisar de crédito internacional para se reconstruir após a tragédia.

5h00 - Peor es Nada - O povoado de Peor es Nada, em Concagua, escapou do pior e não teve mortos no terremoto. A reportagem do G1 visitou o local.

Quarta-feira (3 de março)

23h27 - Novo susto - Outro forte terremoto atingiu a costa de Valparaíso e foi sentido pela reportagem do G1 em Santiago.

17h32 - 802 - Novo balanço do governo dá 802 mortos pelo terremoto.

17h15 - Secundário - Um forte tremor na costa foi sentido em Santiago, assustando os moradores da capital.

16h37 - Embaixada - Brasileiros que estavam no Chile e conseguiram voltar ao Brasil criticaram a falta de ação da Embaixada.

14h30 - G1 em Santa Cruz - Quatro dias depois do terremoto, clima é de desolação em cidade chilena.

14h09 - Mais mortos - A presidente do Chile, Michelle Bachelet, disse nesta quarta-feira (3) que o número de mortos pelo terremoto que atingiu o país na madrugada de sábado deve subir.

12h49 - Igreja destruída - Com igreja destruída pelo terremoto que devastou regiões do país na madrugada do sábado, padre faz missa em pátio em Placilla.

12h08 - G1 em Placilla - Destruído pelo terremoto, cemitério de cidade chilena tenta proteger seus mortos.

11h48 - A presidente do Chile, Michelle Bachelet, disse nesta quarta-feira (3) que não há risco de falta de comida e combustível por conta do terremoto que devastou o país no sábado.

11h32 - Oito mortos - Oito pessoas morreram, cinco delas crianças, e vinte são consideradas desaparecidas, após a sequência de ondas gigantes que atingiu a ilha de Robinson Crusoé, dizem arqueólogos.

10h38 - Erro - O Exército do Chile reconheceu que não advertiu que um tsunami se aproximava da costa chilena depois de um dos terremotos mais fortes da história atingir o país.

09h23 - 799 mortos - O número de mortos pelo terremoto no Chile chegou a 799, informa nesta quarta-feira (3) o Escritório Nacional de Emergências.

06h11 - De volta - Brasileira diz que passageiros vindos do Chile aplaudiram pouso em São Paulo.

05h00 - Fita branca - Após tremor, moradores de Concepción se unem contra saques e roubos. Proprietários se identificam com fita branca no braço esquerdo.

05h00 - Encontro - Em meio ao caos de Concepción, um casal se abraça num ponto de ônibus. É o encontro diário da estudante Lizette Riffo e do mecânico Eduardo Sáez.

01h58 - O primeiro voo comercial vindo do Chile para o Brasil, após o terremoto pousou à 1h40 desta quarta-feira (3) no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.

Terça-feira (2 de março)

19h19 - Ajuda brasileira - O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) anunciou que Brasil vai enviar ao Chile dois helicópteros e equipamentos de diálise para auxiliar no resgate e tratamento dos feridos pelo terremoto.

19h14 - Aeroporto - Voos comerciais de Santiago para o Brasil voltam a operar nesta noite.
17h41 - Ajuda - A Cruz Vermelha pediu nesta terça-feira (2), em caráter emergencial,4,7 milhões de euros para ajudar às vítimas do terremoto.

16h21 - Boate - Uma câmera de segurança flagrou o momento do terremoto que devastou regiões do Chile na madrugada de sábado.

16h07 - Área de catástrofe - O presidente eleito do Chile, Sebastián Piñera, que toma posse no dia 11 de março, afirmou que avalia a ampliação da zona de catástrofe no país.

16h01 - Constituición - Povoado arrasado por tsunami busca seus mortos no Chile. Região de Constitución teve mais de 350 mortos.

15h45 - 795 mortos - A presidente Bachelet, em visita a Curicó, disse que o número de mortos subiu a 795.

14h40 - 763 mortos - Novo balanço mostra que o número de mortos subiu de 723 para 763.

14h28 - Rio - O cônsul do Chile no Rio de Janeiro, Horacio Del Valle, prometeu ajudar os cidadãos chilenos que estão retidos na cidade.

13h04 - 18 horas - O toque de recolher na região de Concepción foi ampliado para 18 horas, segundo o Exército.

11h - A secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, chegou a Santiago do Chile, onde foi recebida pela presidente Michelle Bachelet.

10h06 - Concepción - A presidente Michelle Bachelet disse que enviou 14 mil homens à cidade e que a situação de saques está sob controle com a chegada dos militares.

9h30 - Feridos - O tremor deixou ao menos 500 feridos, 100 deles em estado grave, segundo o Ministério da Saúde.

7h30 - Violência - O país amanhece na expectativa de deter a violência e os saques nas zonas mais afetadas pelo tremor.

7h  - Turismo  -  A busca por pacotes de turismo para o Chile caiu a zero no Brasil, relatam agências.

2h30 - Volta - O avião reserva da Presidência trouxe um grupo de 30 brasileiros que estava no Chile.

Segunda-feira (1º de março)

19h28 - Lula - O presidente Lula encontrou-se com Michelle Bachelet em Santiago e prometeu ajuda ao Chile. Mais de mil pessoas consultaram o Itamaraty para saber notícias sobre brasileiros no país.

19h21 - Incêndio e saque - Um supermercado foi saqueado e incendiado em Concepción. Os bombeiros tiveram de apagar as chamas.

19h06 - Voos - A LAN Chile, principal empresa do país, disse que vai retomar nesta terçafeira os voos para Santiago.

18h26 - A presidente Michelle Bachelet anunciou o envio de mais 7 mil soldados às regiões afetadas.

17h17 - Avião - Um avião que levava uma equipe que iria ajudar nos trabalhos de ajuda às vítimas caiu no caminho para Concepción, matando todos os seis que estavam a bordo.

14h35 - 723 mortos - O número de mortos pelo tremor subiu de 711 para 723, segundo novo balanço divulgado pelo governo.

13h56 - Hospital de campanha - O Gabinete de Segurança Institucional da Presidência do Brasil anunciou o envio de um hospital de campanha para ajudar no socorro às vítimas do tremor.

11h40 - Embaixada - Até a noite deste domingo (28), a diplomacia brasileira cadastrou e prestou auxílio a mais de 600 brasileiros isolados no Chile pelo terremoto.  Brasileiros e chilenos também buscaram notícias sobre parentes no consulado mineiro em São Paulo.

11h17 - Um morto - Uma pessoa morreu durante o toque de recolher em Concepción, segundo as autoridades.

10h58 - Ajuda internacional - O Chile pediu ajuda à comunidade internacional para lidar com as consequências do terremoto, segundo escritório da ONU.

10h55 - Portos - Os principais portos chilenos estão voltando a funcionar após o tremor, segundo sindicato.

09h11 - Retomar rotina - O Chile tentava nesta segunda-feira (1º) se levantar após o forte terremoto da madrugada de sábado e dos tsunamis que deixaram mais de 700 mortos.

08h51 - De Santiago a Concepción - Por conta dos estragos na infraestrutura causados pelo tremor, a rodovia tem muitos desvios, e há placas improvisadas mostrando por onde os motoristas devem seguir.
08h06 - Maior terremoto - O maior terremoto já mensurado por instrumentos até hoje no mundo ocorreu no dia 22 de maio de 1960, no Chile, quando um tremor de 9,5 graus de magnitude causou a morte de mais de 2 mil pessoas.

07h15 - "Cultura de tsunamis" - A diretora do Escritório Nacional de Emergências do Chile (Onemi, na sigla em espanhol), Carmen Fernández, disse que o país precisa aprender a conviver com a "cultura de tsunamis".

Domingo (28)

23h34 - G1 presencia saque - Numa volta de cerca de três horas pela cidade na noite deste domingo (28), a reportagem do G1 presenciou um roubo ao supermercado Ekono de Quilicura.

20h50 - Exército nas ruas - A situação da ordem pública nas zonas mais afetadas pelo terremoto que atingiu o Chile está se complicando e o governo deve recorrer às Forças Armadas, advertiu o presidente eleito, Sebastián Piñera.

19h28 - G1 em Santiago - No hotel, no centro da cidade, os efeitos do tremor são sentidos: o banho é frio, e os elevadores não funcionam.

18h05 - Confusão - Um homem foi preso na tarde deste domingo (28) em Valparaíso, principal cidade portuária do Chile, por causar tumulto ao anunciar a chegada de um tsunami.
15h57 - Escritoras no Chile - Terremoto foi 'assustador', relata escritora Ana Maria Machado. Brasileiros foram ao Chile para congresso de literatura infanto-juvenil.

15h44 - Posse presidencial - A mudança de comando presidencial no Chile, prevista para o dia 11 de março está mantida, apesar dos danos causados pelo forte terremoto.

15h36 - 700 mortes - O número de mortos no terremoto do Chile atingiu 708, informou na tarde deste domingo (28) a presidente do país, Michelle Bachelet.

15h33 - Secretária de Estado dos EUA - O Departamento de Estado dos EUA confirmou neste domingo (28) a viagem da chanceler Hillary Clinton para o Chile, apesar do terremoto.

15h32 - Aeroporto reabre - Os primeiros voos comerciais internacionais começaram a aterrissar no aeroporto de Santiago, após ele ter ficado fechado por conta do terremoto.

15h07 - Congestionamento na fronteira - Após terremoto, fronteira entre Argentina e Chile tem congestionamento.

13h00 - 400 mortes - O terremoto de magnitude 8,8 que sacudiu o Chile na madrugada do sábado já causou a morte de mais de 400 pessoas.

12h07 - Brasileiros entr e mortos - Embaixador do Brasil em Santiago, capital do Chile, Mário Vilalva disse trabalhar com a possibilidade de existência de brasileiros entre as vítimas do terremoto.

11h27 - Brasileiros desembarcam - Avião da FAB chegou ao DF com 12 brasileiros que estavam em Santiago. ‘Vi a morte bem de perto’, diz estudante brasileira que estava no Chile.

10h38 - Imagens aéreas - Imagens aéreas mostram a destruição deixada na costa chilena pelo terremoto que atingiu o país na madrugada do sábado (27).

10h15 - G1 no Chile - A repórter Giovana Sanchez, do G1, está em Mendoza, na Argentina, a caminho de Concepción, cidade chilena mais afetada pelo terremoto de sábado, que matou mais de 300 pessoas.

09h54 - Saques - A polícia do Chile reprimiu neste domingo (28) centenas de pessoas que saqueavam um supermercado na cidade de Concepción.

09h07 - Papa - O Papa Bento XVI expressou neste domingo (26) sua solidariedade com os chilenos afetados pelo terremoto da véspera.

08h46 - Sob escombros - Cerca de 100 pessoas estão presas sob os escombros de um prédio que caiu na cidade chilena de Concepción.

08h32 - Tremor secundário - A capital do Chile, Santiago, foi sacudida por um forte terremoto secundário na manhã deste domingo (28).

08h18 - Nas ruas - Chilenos passam madrugada nas ruas com medo de tremores secundários.

07h42 - Ajuda humanitária - A Federação Internacional da Cruz Vermelha desbloqueou neste domingo (28) 205 mil euros (R$ 505 mil) de seus fundos de urgência para serem usados nas operações de resgate no Chile.

07h11 - Tsunamis - Agência dos EUA cancela todos os alertas de tsunami para o Pacífico.

07h07 - Volta para casa - 'Tudo o que eu quero é chegar em casa', diz geógrafa de volta ao Chile após tremor.

06h49 - Ondas no Japão - Ondas de 1,45 metro atingem a costa pacífica, e Japão retira 320 mil pessoas.

Sábado (27)

23h04 - 300 mortos - O terremoto de magnitude 8,8 que sacudiu o Chile neste sábado (27) causou a morte de mais de 300 pessoas.

22h33 - Escritoras no Chile - As escritoras Ana Maria Machado e Lygia Bojunga Nunes estão em Santiago do Chile à espera de poder voltar ao Brasil, segundo informações divulgadas pela Academia Brasileira de Letras.

22h23 - Alertas de tsunami - Japão e Rússia emitem alerta sobre chegada de tsunami.

22h04 - Abalos secundários - O terremoto de magnitude 8,8 que abalou o Chile na madrugada deste sábado (27) foi seguido até as 23h35 GMT (20h35 no Brasil) por 71 choques secundários de magnitude superior a 5.

21h36 - 2 milhões - A presidente chilena Michelle Bachelet, apontou que o desastre afetou de alguma maneira 2 milhões de pessoas.

21h03 - Cancelado alerta - Foi cancelado pelo Centro de Alertas de Tsunami do Pacífico o alerta de tsunami para o Havaí.

20h55 - Riscos - Terremoto como o do Chile não acontecerá no Brasil, diz especialista.

19h29 - Tsunami no Havaí - Foi confirmado pelo Centro de Alertas de Tsunami do Pacífico que o tsunami iniciado pelo terremoto que atingiu o Chile chegou ao Havaí.

19h03 - Malas prontas - Brasileira conta que está de malas prontas parafugir de novos tremores.

16h47 - Robinson Crusoé - A ilha de Robinson Crusoé, parte do arquipélago de Juan Fernández, foi arrasada por uma série de ondas que sucederam o terremoto.

16h38 - Valparaíso - Um forte tremor secundário de magnitude 6,3 atingiu a costa da cidade chilena de Valparaíso às 16h locais (mesmo horário de Brasília).
16h21 - Obama - Americanos devem 'levar a sério' alertas de tsunami, disse o presidente dos Estados Unidos.

16h17 - Fuga de presos - Mais de 200 detentos escaparam de uma prisão no sul do Chile pela queda de um dos muros do local durante o terremoto.

15h36 - Embaixada brasileira - O embaixador brasileiro em Santiago, capital do Chile, relatou a assessores do Ministério das Relações que a embaixada brasileira foi abalada pelo terremoto.

14h37 - Relatos - Veja relatos de pessoas no Chile para a Globo News.

14h36 - Tsunami na Polinésia Francesa - Um tsunami de baixa amplitude alcançou neste sábado às 6h30 locais (16h30 GMT) o arquipélago de Gambier, na Polinésia Francesa. As ondas, no entanto, não provocaram danos significativos.

14h05 - Twitter - O Twitter é um dos canais que os usuários da internet utilizam para buscar e publicar informações sobre o terremoto de 8,8 graus de magnitude que atingiu o Chile.

14h05 - Sirenes no Havaí - Alarmes de evacuação de área foram soados na costa do Havaí, nos Estados Unidos, às 6h30 locais (13h30 de Brasília), alertando os moradores para o risco de tsunami.

13h29 - Tremor na Argentina - Um tremor de magnitude 6,3 foi registrado às 12h45 (horário local, o mesmo de Brasília) em Salta, a 1.290 quilômetros a nordeste da capital argentina, Buenos Aires.

12h44 - Mais de 100 mortos - O número de mortos pelo terremoto de 8,8 graus de magnitude chega a 122 até agora, segundo o presidente eleito do Chile, Sebastián Piñera.

12h34 - Comunidade internacional - Diversos países enviaram mensagens de condolências e ofereceram auxílio ao país.

11h36 - Pelo menos 13 réplicas de magnitudes entre 6,9 e 6,2 graus de magnitude ocorreram nas horas posteriores ao primeiro tremor, registrado às 3h34 no horário local, segundo o Escritório Nacional de Emergência (ONEMI) do Chile.
11h09 - 25 anos depois - O terremoto de 8,8 graus de magnitude que atingiu o Chile na madrugada deste sábado (27), ocorre dias antes do aniversário de 25 anos de um tremor que deixou 177 pessoas mortas no país e na Argentina.

10h26 - Ajuda brasileira - Lula ordena que GSI e Itamaraty avaliem ajuda a ser enviada ao Chile.

10h06 - Tsunami no Havaí - O Centro de Advertência de Tsunamis do Pacífico, dos Estados Unidos, afirmou que umtsunami foi gerado neste sábado (27) e pode causar danos na costa do arquipélago do Havaí.

09h27 - Aeroporto fechado - O aeroporto internacional da capital chilena foi fechado neste sábado (27) e todos os voos foram cancelados até novo aviso depois do forte terremoto de magnitude 8,8 que atingiu o país sul-americano.

08h56 - Alerta de tsunami - O Centro de Advertência para Tsunamis do Pacífico dos Estados Unidos (NOAA) ampliou na manhã deste sábado o alerta de tsunami para diversos países da costa do Oceano Pacífico.

08h38 - Destruição - O terremoto de 8,8 graus de magnitude que atingiu a região central do Chile na madrugada deste sábado (27) derrubou prédios e deixou ao menos 78 mortos no país e foi sentido nos países vizinhos, inclusive no Brasil.

07h47 - Número de mortos - Sobe para 47 o número de mortes registradas em decorrência do forte terremoto que atingiu a região central do Chile na madrugada deste sábado (27).

06h45 - Primeiros mortos - Pelo menos seis pessoas morreram após o potente terremoto que atingiu a região central do Chile na madrugada deste sábado (27), disse a presidente do país, Michelle Bachelet.

04h05 - Terremoto atinge Chile - Um potente terremoto de 8,8 graus de magnitude atingiu neste sábado (27) a região central do Chile, perto de Concepcion, a 400 km ao sul de Santiago.

Terremoto no Chile pode ter encurtado duração dos dias, diz Nasa

02/03/10 - 11h18 - Atualizado em 02/03/10 - 11h18
Do G1, em São Paulo

Cientista calculou que tremor mudou o eixo da Terra em 8 centímetros.
Abalo na região de Sumatra, em 2004, deslocou o eixo em 7 centímetros.
 Efeito colateral - Eixo da Terra e duração do dia são afetados por grandes alterações de configuração de massa do planeta (Foto: Nasa)
A rotação da Terra pode ter sido alterada como resultado do terremoto no Chile no sábado (27). O cientista Richard Gross e colegas do Laboratório de Propulsão a Jato da agência espacial americana (JPL/Nasa), rodaram um modelo computacional complexo e, em um cálculo preliminar, concluíram que o tremor de magnitude 8,8 teria encurtado a duração de um dia terrestre em 1,26 microssegundo (um microssegundo é igual a 1 segundo dividido por 1 milhão).


Gross calculou que o megaterremoto mudou o eixo do planeta em aproximadamente 8 centímetros). Para comparação, o mesmo modelo computacional calculou que o tremor de 2004 em Sumatra (magnitude 9,1) encurtou o dia em 6,8 microssegundos e deslocou o eixo da Terra em 7 centímetros).

Gross teve a cautela de ponderar que seus números provavelmente vão mudar à medida que os dados sobre a tragédia chilena forem refinados.

nstituto geográfico pede US$ 25 milhões para atualizar mapas do Chile

03/05/2010 19h28 - Atualizado em 03/05/2010 19h37
Da EFE
 
 

Antes de terremoto, placa Sul-Americana avançava por ano 4 cm a nordeste.
Agora, Chile se movimenta em direção sudoeste, afirma militar.

O Instituto Geográfico Militar chileno solicitou ao Ministério da Defesa US$ 25 milhões para atualizar a cartografia do país, que sofreu modificações devido ao terremoto que devastou o Chile no fim de fevereiro.

O anúncio foi feito pelo diretor do Instituto Geográfico Militar, coronel Juan Vidal, em uma entrevista ao jornal "La Segunda", em que destacou que "houve uma grande mudança subterrânea".

"Antes, a placa sul-americana avançava em direção nordeste de três a quatro centímetros anuais, mas agora o Chile se movimenta em direção sudoeste", disse.


Depois do terremoto, os mapas ficaram desatualizados, nossas referências mudaram, o solo submarino, por exemplo, subiu uma média de dois metros, então agora não podemos garantir que uma embarcação tenha a profundidade necessária para atracar em um porto"
Coronel Juan Vida, diretor do Instituto Geográfico Militarl
 
 Plano Fénix' contará com a colaboração de especialistas
de todo o mundo para a
construçãode novas estações
de GPS e atualização de mapas
 
"Depois do terremoto, os mapas ficaram desatualizados, nossas referências mudaram, o solo submarino, por exemplo, subiu uma média de dois metros, então agora não podemos garantir que uma embarcação tenha a profundidade necessária para atracar em um porto", acrescentou Vidal.
Com os fundos solicitados ao governo, o Instituto Geográfico Militar quer impulsionar o chamado Plano Fénix, que contará com a colaboração de especialistas de todo o mundo e que consiste na construção de novas estações de GPS para atualizar os mapas.

O mesmo instituto advertiu em um estudo divulgado recentemente que a zona afetada pelo terremoto de magnitude 8,8 na escala Richter de 27 de fevereiro continua se movimentando e que em alguns pontos, como na cidade de Concepción, o deslocamento poderia chegar a 12 metros até o final do ano.